O mal de Parkinson, doença também chamada de paralisia agitante, é um distúrbio do sistema nervoso central que afeta os movimentos. A primeira imagem que talvez nos venha à mente ao falar sobre o mal de Parkinson é a postura inclinada e as mãos trêmulas, caraterísticas da doença.

Sabe-se porém que os sintomas do mal de Parkinson se manifestam não apenas nos músculos, causando instabilidade, rigidez nos membros, movimentos involuntários e outros desconfortos, mas que a cognição, o sono, a fala, os sentidos, o humor, entre outros, apresentam sintomas relacionados à doença.

As pesquisas indicam que pode levar de 5 a 10 anos após o início da doença até que seja possível fazer um diagnóstico. Não se pode evitar pensar em como seria se esse período fosse usado em aplicar tratamentos para reduzir o impacto da doença que, embora incurável, pode ter os sintomas atenuados por tratamento adequado.

Pesquisadores do Consórcio Madrid-MIT M+Vision estão trabalhando para tornar o diagnóstico precoce do mal de Parkinson uma realidade. Para isso, apostam numa técnica supreendentemente simples: estudar o movimento dos dedos durante a digitação. No vídeo abaixo, os pesquisadores Ian Butterworth e Luca Giancardo explicam a utilização dessa técnica.

Observe que a legenda em Portugues (traduzida por Wisley Vilela através do Amara.org) pode ser ativada e alterada no menu imediatamente abaixo da área de exibição do vídeo.

Leia mais (em inglês) no MIT News.

Deixe uma resposta